7 maneiras diferentes de dizer pai em japonês

7 maneiras diferentes de dizer pai em japonês

Não importa muito quando você vai comemorar, mas assim como em português, existem várias formas de falar pai

Nós brasileiros, estamos acostumados a comemorar o dia dos pais no segundo domingo do mês de Agosto, 3 meses após o dia das mães, mas no Japão, a data ocorre no terceiro domingo de junho. A comemoração foi introduzida no país nos anos 50, provavelmente pelos americanos, que comemoram também em junho.

A maneira como o Japão celebra é bem parecida também: presentes, jantar e uma vontade maior de deixar o pai relaxar e saborear sua cerveja em paz enquanto relaxa no sofá e assiste TV.

Algumas coisas ainda são exclusivamente japonesas. Com o dia dos pais chegando no início do verão, um belo jinbei (uma roupa tradicional japonesa) é um presente popular, e algumas das principais opções de restaurantes são os yakiniku ou kaitenzushi (sushi em esteira). E, é claro, eles não chamam de “Dia dos Pais”, mas 父の日chichi no hi.

Pensando nisso, que tal conferirmos as formas com que os japoneses se referem aos seus progenitores?

Otou-san – お父さ ん

Se você já participou de uma aula introdutória de japonês ou assistiu a vários dramas ou anime, provavelmente este foi o primeiro que aprendeu. お父さ ん Otou-san – é a forma mais comum e amplamente usada para pai em japonês.

A8 - BT - 2020

Ao mesmo tempo, é apenas um dos muitos arranjos. O sufixo san serve para mostrar polidez quando se fala de uma pessoa, mas se você deseja aumentar a formalidade um pouco, pode alterá-lo para お父様 otou-sama. Por outro lado, se você quiser ser mais carinhoso, pode dizer お父ちゃんotou-chan (embora esse seja o mais usado por crianças). Como uma lista rápida e simples de equivalências, geralmente você pode pensar em otou-san e otou-sama como pai, já otou-chan seria mais como papai.

Falando em educação, o o no início de otou-san é em si um prefixo de incentivo à educação, para que você possa removê-lo e apenas dizer tou-san ou tou-chan. Tou-sama, no entanto, é uma combinação que você nunca ouvirá, uma vez que –sama em si é formal demais para se ajustar ao que foi descartado.

Chichi – 父

Nossa segunda maneira de dizer pai, chichi – é realmente escrita com o mesmo caractere kanji exatamente como a parte tou de otou-san, apenas sem os caracteres adicionais em hiragana. Esse status irrestrito faz de chichi a maneira mais neutra de se dizer pai em japonês; portanto, a falta de polidez adicional significa que você geralmente não o usa para falar sobre o pai de outra pessoa.

A8 - BT - 2020

No entanto, existe uma escola de pensamento de que você absolutamente deve usar chichi ao falar sobre seu próprio pai quando atingir a idade adulta. A lógica é que otou-san e suas várias formas alternativas são todos, até certo ponto, termos de respeito. Assim, se você estiver conversando com outra pessoa e usar o termo otou-san para se referir ao seu próprio pai, a implicação linguística é que você está dizendo que seu pai ocupa uma posição de maior respeito do que a pessoa com quem está falando.

Se você é uma criança conversando com outra criança, isso não é problema, já que os adultos geralmente têm uma posição de autoridade em comparação às crianças. Mas se você é um adulto conversando com outro adulto, seria meio presunçoso falar como se seu pai estivesse em uma posição que exigisse o respeito da outra pessoa como se fosse uma questão de disciplina, e então chichi torna-se a melhor escolha para falar sobre seu próprio pai em conversas de adultos.

Tudo o que disse: “você não deve usar otou-san para falar sobre seu próprio pai com outras pessoas” é uma maneira de pensar reconhecidamente da velha escola e uma orientação de que os japoneses mais jovens têm cada vez menos probabilidade de aderir ou se preocupar. E, por último, chichi é a palavra usada no termo japonês para o dia dos pais, Chichi no Hi.

Papa – パ パ

Assim como em inglês e em muitos idiomas europeus, o papa é facilmente entendido em japonês. No entanto, ele tem um toque muito infantil, e é algo que a maioria das crianças, especialmente os meninos, falam. Algumas mulheres continuam a usá-lo na idade adulta, mas mesmo assim, apenas quando falam diretamente com o pai ou com outros membros da família.

A8 - BT - 2020

Oyaji – 親 父 / お や じ

Oyaji é realmente duas palavras de vocabulário em uma. Escrito com os caracteres kanji oya – e chichi, ambos significam pai, mas não significa apenas pai, como também é um termo genérico para um homem de meia idade ou idoso.

A8 - BT - 2020

Oyaji é o termo que parece ser o mais informal da nossa lista, mas também pode irradiar uma certa jovialidade masculina e é quase exclusivamente usado por homens.

Ele pode ser traduzido como véio ou véi, assim como no inglês, o termo mais próximo oyaji é pop ou pops. De acordo com essa casualidade, enquanto o oyaji pode ser escrito em kanji, você também o verá escrito em hiragana que tem uma sensação menos formal.

Oton / お と ん

À medida que avançamos na lista, também estamos indo para o interior. Para as pessoas de Tóquio e do leste do Japão, oton tem uma sensação decididamente de caipira. Podemos comparar com a forma usada no nordeste, como painho.

A8 - BT - 2020

Mas o oton não é estritamente para os caipiras, e quando você for para o oeste de Tóquio, começará a ouvi-lo usado por pessoas que falam o dialeto Kansai, o estilo do japonês predominante em Osaka e nos arredores. Dito isto, oton sempre carrega um pouco de sensação rústica e, embora alguns possam dizer que isso é apenas charme do sertão, provavelmente ganhará algumas risadas se você o disser em uma situação formal.

Chichiue / 父上

De forma superficial, chichiue parece que não deve ser tão diferente de chichi. Afinal, é exatamente o mesmo kanji de pai que chichi juntamente com , significando “para cima” ou “acima”, preso no final. Então é apenas uma maneira educada de dizer pai, certo?

A8 - BT - 2020

Claro, se você é um samurai. Chichiue é uma maneira extremamente antiquada de falar e é mais ou menos como dizer “pai exaltado”.

Chichioya / 父親

E por último, chegamos a chichioya. Escrito invertendo o kanji para oyaji. Chichioya é um termo para se referir aos pais em um sentido geral ou social, talvez em um anúncio ou declaração escrita. Geralmente, embora não seja tão comum na conversa falar sobre o pai de uma pessoa específica, e principalmente sobre o seu.