Um ano após a passagem do Tufão Hagibis, 8 mil pessoas ainda estão desabrigadas

Apesar do Tufão Hagibis ter afetado a maioria das pessoas que ainda vive em moradias temporárias, tufões anteriores e posteriores também inflaram esse número

Um ano após a passagem do Tufão Hagibis, 8 mil pessoas ainda estão desabrigadas
Ponto sobre o rio Asakawa após a passagem do Tufão Hagibis em 2019

O Tufão Hagibis matou pelo menos 113 pessoas e deixou 3 desaparecidos no leste do país, de acordo com uma contagem do Kyodo News. Um ano após o desastre, quase 8 mil pessoas continuam vivendo em unidades de evacuação provisórias.

Com a reconstrução das casas afetadas e da infraestrutura, cerca de 7895 pessoas, em 11 províncias, ainda estavam em moradias temporárias no dia 1º de outubro, incluindo as afetadas por outros dois tufões que atingiram o país antes e após do Hagibis, conforme mostram dados do governo.

O tufão atingiu a província de Shizuoka no dia 12 de outubro e viajou até o nordeste do Japão, causando a ruptura de 142 diques de rios e inundando um pátio ferroviário de trem-bala em Nagano, centro do Japão.

O número do governo sobre pessoas em moradias temporárias não cobre aqueles que continuam morando em suas próprias casas afetadas pelo desastre.