Tradição de montaria enfrenta pressão popular, após sacrifício de cavalo no Japão  

cavalo

A tradição conhecida como 上げ馬神事 (Agema Shinji – Ritual de Ascensão Equina, em tradução livre), realizada na cidade de Kuwana, na província de Mie, está sob escrutínio devido a cerca de 2400 reclamações, desencadeando uma onda de controvérsias.

Melhores condições para os cavalos

Durante essa prática, os cavalos galopam rapidamente por uma ladeira íngreme, tentando saltar um muro de cerca de 2 metros, enquanto os espectadores aplaudem.

cavalo

Segundo a crença popular, quanto mais bem-sucedidos forem os saltos, melhores serão as colheitas. Designado como Patrimônio Cultural Imaterial da província, o evento é uma tradição duradoura, amada pela comunidade.

cavalo

Entretanto, a polêmica surgiu em maio, quando um cavalo sofreu fraturas e precisou ser sacrificado. Isso levou muitos a questionar a prática, considerando-a ultrapassada e clamando por sua abolição.

cavalo

Mais de 2400 queixas foram recebidas pela prefeitura, vindas não apenas da província, mas também de outros lugares, enquanto defensores ressaltam a relevância ritualística.

cavalo

Respondendo à situação, a Comissão de Educação de Mie emitiu recomendações à Grande Sociedade de Dōzu, enfatizando a necessidade de cessar práticas que causem medo nos cavalos e garantir a segurança dos praticantes e animais.

cavalo

Isso inclui melhorias nas condições da pista, que se mostrou desafiadora demais para os cavalos, e limitações na altura dos saltos. Com quase 700 anos de história, a polêmica está gerando inquietação.

cavalo

A Grande Sociedade de Dōzu está trabalhando para estabelecer normas que respeitem os direitos dos animais e aumentem a segurança dos envolvidos, planejando apresentar um plano de aprimoramento à província até o final deste mês.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *