Pesquisadores japoneses criam anticorpos artificiais para combater o vírus

O grupo de pesquisadores afirma que projetou artificialmente esse anticorpo contra o coronavírus, por meio de uma análise genética das proteínas na superfície do vírus

Pesquisadores japoneses criam anticorpos artificiais para combater o vírus

O grupo de pesquisa japonês composto pelo professor Katayama Kazuhiko e outros pesquisadores da Universidade Kitasato, Epsilon Molecular Engineering e um instituto de pesquisa da Kao Corporation diz ter conseguido projetar artificialmente anticorpos capazes de impedir que o corpo seja infectado pelo novo coronavírus. O grupo diz que pode abrir caminho para o desenvolvimento de um novo medicamento para o vírus.

Em um comunicado à imprensa, o grupo diz que o anticorpo, chamado de “anticorpo neutralizante”, é um dos vários tipos que o nosso organismo produz quando certas substâncias, como vírus, entram no corpo, ele nega a entrada de vírus nas células humanas, impedindo que elas se prendam às proteínas chamadas de receptores, na superfície das células humanas.

O grupo afirma que projetou artificialmente esse anticorpo contra o coronavírus, por meio de uma análise genética das proteínas na superfície do vírus. Testes de laboratório confirmaram que o anticorpo criado artificialmente impedia o coronavírus de infectar a maioria das células nas amostras.

O professor Katayama diz que produzir um medicamento a partir de um anticorpo é uma nova abordagem e, se for posta em prática, fornecerá mais opções para o tratamento da doença. O grupo trabalhará com empresas farmacêuticas na condução de mais pesquisas e no desenvolvimento de um medicamento, incluindo testes em animais para colocar isso em uso prático.

Pesquisadores japoneses criam anticorpos artificiais para combater o vírus 1
Imagem: NHK