Nattō reduz o risco de morte em certos casos em até 10%

A descoberta da pesquisa de um risco reduzido de morte por certas doenças foi particularmente pronunciada entre as participantes do sexo feminino

Nattō reduz o risco de morte em certos casos em até 10%

Pessoas que comem alimentos fermentados à base de soja, como “natto” e “missô” diariamente, reduzem em 10% o risco de morrer de derrame ou ataque cardíaco, de acordo com um estudo de longo prazo do National Cancer Center.

Pesquisadores do NCC começaram a monitorar a saúde de cerca de 90.000 adultos, homens e mulheres, em 1995, e passaram 15 anos investigando casos individuais, em média. Os membros da equipe entrevistaram cada indivíduo para descobrir o que comiam todos os dias e os categorizaram em cinco grupos com base no consumo de soja e alimentos fermentados à base de soja.

O grupo de homens e mulheres que consumiram cerca de 50 gramas de alimentos fermentados à base de soja reduziu o risco de morte por certas doenças em cerca de 10% em comparação com o grupo com o menor consumo desse tipo de alimento. Quando o consumo natto foi maior, a taxa de mortalidade causada por anormalidades na circulação sanguínea, como derrame e ataque cardíaco, diminuiu.

Norie Sawada, chefe da seção de epidemiologia analítica da NCC, disse: “Os alimentos fermentados à base de soja retêm minerais e isoflavona, que são benéficos para a saúde humana”. Os resultados da pesquisa foram relatados no British Medical Journal.

N08 - 05-02-2020