Manual mágico, que ensinava mulheres a tirarem dinheiro de homens, leva influenciadora a prisão no Japão

manual
,
Nenhum resultado foi encontrado. There aren’t any results matching your search query.

A influenciadora Lili-chan, cujo nome verdadeiro é Mai Watanabe, foi presa sob suspeita de ser cúmplice em fraudes relacionadas à venda de um manual que prometia transformar interesses amorosos em fontes de renda por meio de magia.

O manual de magia

Segundo a polícia, Watanabe vendia esses manuais mágicos em um site, oferecendo orientações sobre como ganhar 10 milhões de ienes por mês por uma taxa de cerca de 30 mil ienes por sessão de consultoria online.

manual

O manual ensinava como obter dinheiro de homens, apresentando ‘magia’ para influenciar seus sentimentos. Também promovia a ideia de viver de forma independente, usando ‘magia’ para pagar o aluguel, entre outras coisas.

As compradoras aprendiam a usar expressões ‘mágicas’ para transmitir aos homens que enfrentavam dificuldades financeiras, sugerindo a criação de perfis falsos nas redes sociais para realizar golpes, utilizando frases de vulnerabilidade e simulações de sentimentos amorosos para enganar potenciais pretendentes.

O manual também explicava como fazer com que as vítimas sentissem a necessidade de proteger as golpistas, levando-as a dar dinheiro.

manual

Os envolvidos estavam cientes de que estavam cometendo uma fraude ao criar e vender o manual. Especialistas afirmam que as sugestões do manual, ensinando como realizar esses procedimentos baseados em mentiras para obter dinheiro, são fraudulentas, uma vez que envolvem enganar as pessoas por meio de falsas promessas.

Watanabe admitiu as acusações, enquanto o julgamento de uma estudante identificada como Ieda Miku, acusada de comprar o manual de Watanabe e obter 10,65 milhões de ienes de dois homens por meio de histórias falsas, está em andamento. A acusação alega que Ieda comprou o manual de Watanabe e recebeu orientações sobre como cometer fraudes por meio de redes sociais.

manual

Comprar manuais que prometem resultados duvidosos requer extrema cautela, pois além de ser eticamente questionável, pode envolver riscos legais. Embora a ação de adquirir um manual em si não seja vista como crime, os compradores podem se tornar alvos de investigações policiais, portanto, é fundamental exercer cautela ao considerar tais práticas.

Assine e receba os posts em seu email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *