Japonês assalta conveniência dizendo que é vietnamita

Ser uma coisa e dizer outra não é incomum para assaltantes de lojas de conveniência ao redor do mundo

Japonês assalta conveniência dizendo que é vietnamita
Desbravando o Japão

Um japonês usou uma faca para assaltar um konbini na cidade de Kanie, em Aichi. Ao dirigir-se ao caixa, o ladrão disse com um sotaquezinho fajuto “Sou vietnamita, dinheiro, dinheiro!” Felizmente, o assalto fracassou e ninguém se feriu. Após investigação da polícia local, Yoto Watanabe, de 21 anos de idade, foi identificado como o autor do assalto.

O vacilo de Watanabe foi dizer jibun wa betonamujin. Ao que parece, ele achou que isso soaria estranho, mas para os estrangeiros, falar jibun ao invés de watashi é muito mais estranho, já que todos os estrangeiros aprendem primeiro a usar watashi como o pronome “eu”. Além de fracassar em ser um vietnamita, Watanabe já possui duas prisões anteriores em seu registro, sendo uma delas por suspeita de roubo em uma outra loja de conveniência em Aichi. Bem que ele podia usar seu talento linguístico para outras atividades.

As amadas lojas de conveniência

Uma loja de conveniência é um pequeno estabelecimento comercial, muitas vezes funcionando em regime de franquia, localizada quase sempre em postos de abastecimento, estações ferroviárias ou de embarque, ou ruas movimentadas. Representam uma forma de se criar uma receita adicional e também de atrair novos consumidores. Normalmente, as lojas de conveniência estão abertas 24 horas, sem interrupção.

conveniência

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também