Japão excluirá Sapporo e Osaka do programa Go To Travel por 3 semanas

O ministro do Turismo, Kazuyoshi Akaba, disse que a suspensão do Go To Travel foi “uma decisão dolorosa, pois terá um grande impacto tanto para os viajantes quanto para a indústria do turismo”

Japão excluirá Sapporo e Osaka do programa Go To Travel por 3 semanas

O Japão excluirá Sapporo e Osaka de sua campanha de subsídio de viagens domésticas Go To Travel por três semanas devido ao recente ressurgimento de casos de coronavírus em dois destinos turísticos populares, disse o governo. Yasutoshi Nishimura, o ministro responsável pela resposta ao vírus do Japão, disse em uma entrevista coletiva que o governo cobrirá as taxas de cancelamento de viagens pré-agendadas para as duas cidades e compensará as empresas afetadas pela suspensão.

As viagens de residentes de Sapporo na ilha principal de Hokkaido, no extremo norte do Japão, e de Osaka, no oeste do Japão, para outras áreas continuarão a se qualificar para a campanha Go To Travel, que efetivamente arca com cerca de metade das despesas de viagens domésticas para ajudar a indústria do turismo a enfrentar o impacto da pandemia. Mas a Associação dos Governadores Nacionais instou o governo central a também considerar a exclusão de viagens feitas por residentes das duas cidades da campanha.

“Muitos governadores estão preocupados com as pessoas que vêm de áreas onde as infecções estão se espalhando. Quero pensar em medidas completas”, disse o governador de Tokushima, Kamon Iizumi, que dirige a associação, durante uma reunião online com Nishimura, que não deu resposta clara ao pedido. Aqueles que reservaram viagens para as cidades excluídas podem receber descontos na campanha se chegarem aos seus destinos até 1º de dezembro, disse ele.

Em uma ação relacionada, o ministro da Fazenda Kotaro Nogami disse que o governo central pedirá aos governos das províncias que considerem a suspensão da emissão de cupons de desconto Go To Eat, com o objetivo de desencorajar jantares em restaurantes e exortar as pessoas a se absterem de usá-los.