Japão desaconselha viagens a 50 países, incluindo o Brasil

O Japão também está correndo para conter o aumento de infecções provocadas por pessoas que regressaram e visitantes estrangeiros, com casos importados representando cerca de um em cada quatro do total nos últimos dias

Japão desaconselha viagens a 50 países, incluindo o Brasil

O Japão elevou seu comunicado de viagem para cerca de 50 países, incluindo o Brasil, Estados Unidos, China e Coréia do Sul, alertando contra qualquer viagem a essas áreas, pois o novo coronavírus continua se espalhando globalmente.

Isso está um passo abaixo do nível mais alto do Ministério das Relações Exteriores, que pede que os japoneses “evacuem imediatamente” de um país ou região e “evitem todas as viagens, independentemente dos propósitos”.

O governo do primeiro-ministro Shinzo Abe deve impor uma proibição de entrada a viajantes estrangeiros que estiveram recentemente nos países listados, que agora cobrem mais de um terço do mundo, incluindo a maior parte da Europa e sudeste da Ásia.

Entre os países que subiram para o nível 3, 21 estão na Europa, nove no Oriente Médio e África, sete no sudeste da Ásia e seis na América do Sul, incluindo o Brasil (confira mais informações no site do Ministério de Relações Exteriores do Japão – em japonês).

N04 - 02-04-2020