Ilhas Maurício diz que quase todo o petróleo foi removido de navio japonês danificado

O MV Wakashio, de propriedade da Nagashiki Shipping e operado pela Mitsui OSK Lines Ltd, atingiu um recife e encalhou na costa sudeste da ilha do Oceano Índico no dia 25 de julho

Ilhas Maurício diz que quase todo o petróleo foi removido de navio japonês danificado

O primeiro-ministro das Ilhas Maurício, Pravind Jugnauth, disse que quase todo o petróleo restante de um navio japonês danificado – que teve vazamento de cerca de 1000 toneladas – foi removido. “No momento em que estou falando com vocês, quase todo o óleo foi removido do navio”, disse Jugnauth a repórteres, de acordo com comentários compartilhados por seu escritório. Todo o combustível foi removido dos tanques, embora houvesse algum resíduo em partes do navio, acrescentou seu escritório.

Operadores turísticos temem que o vazamento prejudique ainda mais as empresas que já estão se recuperando da epidemia e que também possa custar empregos se praias imaculadas forem estragadas. O turismo gerou 63 bilhões de rúpias (1,6 bilhão de dólares) para a economia no ano passado. Em maio, o banco central disse que só nos últimos dois meses o país havia perdido 12 bilhões de rúpias em moeda estrangeira devido à queda no turismo.

“Vai realmente afetar as comunidades, principalmente para os pescadores, os moradores locais, você sabe que é assim que eles ganham dinheiro com os turistas”, disse Willow River-Tonkin, dono de uma empresa de kitesurf. “Levá-los para mergulhar, fazer snorkel, fazer wakeboard, ver golfinhos, e tudo isso vai afetar, se não controlarmos logo”.

Leia em Reuters (Omar Mohammed, Nazanine Moshiri e Katharine Houreld - Inglês)

Veja também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *