Honda ganha 1ª aprovação mundial para veículo autônomo nível 3

Entre as montadoras japonesas, a Nissan Motor Co. e a Subaru Corp. introduziram sistemas assistentes de nível 2, já a Honda planeja carros com a tecnologia para março

Honda ganha 1ª aprovação mundial para veículo autônomo nível 3

A Honda Motor Co. obteve aprovação para seu veículo autônomo nível 3 do ministério de transportes japonês para uso prático em condições como por exemplo, trânsito congestionado em vias expressas. É a primeira aprovação mundial de um veículo com esse equipamento de direção automatizada, de acordo com o ministério.

Enquanto a competição para desenvolver tecnologia de direção autônoma está se intensificando entre as montadoras em todo o mundo, a Honda disse que planeja lançar seu sedã Legend com capacidade de direção autônoma de nível 3 até março no mercado japonês. O nível permite que o motorista se envolva em diferentes atividades, incluindo ler e assistir TV ao volante em certas condições, como tráfego lento em vias expressas congestionadas, enquanto o motorista precisa assumir o controle total do veículo em caso de emergência.

Em abril, uma lei de trânsito revisada entrou em vigor no Japão para permitir que veículos autônomos de nível 3 circulem em estradas públicas como parte de seus esforços para promover o desenvolvimento de carros autônomos. “Este é realmente o resultado de esforços conjuntos do governo e do setor privado”, disse o secretário-chefe do gabinete, Katsunobu Kato, o principal porta-voz do governo, em uma entrevista coletiva. “Esta é uma notícia muito boa”.

Uma escala de classificação de cinco níveis foi desenvolvida para veículos autônomos. Em caso de acidente de trânsito, os condutores de veículos no nível 2 serão totalmente responsáveis, enquanto as montadoras assumirão parte da responsabilidade no nível 3. No nível 4 de direção autônoma, um veículo executa todas as tarefas de direção sem intervenção humana em uma área limitada, mesmo em emergências. No nível 5, os veículos não requerem atenção ou interação humana.