Comportamento > Homem mantém funcionária de cybercafé como refém, após dizer que não tem mais vontade de viver 

Homem mantém funcionária de cybercafé como refém, após dizer que não tem mais vontade de viver 

Infelizmente, o homem já foi preso por fazer um grupo de refém antes

Homem mantém funcionária de cybercafé como refém, após dizer que não tem mais vontade de viver 
Desbravando o Japão

Receba os posts por email assim que foram publicados

Koji Nagakubo (42) foi preso por suspeita de ter sido preso por manter uma mulher refém. O caso aconteceu em um cybercafé da cidade de Kawagoe, em Saitama. Após manter a jovem por mais de 5 horas, ele se rendeu.

O homem já manteve pessoas refém antes

Segundo a polícia, Nagakubo declarou: “Eu estava cansado da minha vida. Se eu cometesse algum crime, poderia voltar para a cadeia”. Esta não é a primeira vez que Nagakubo mantém uma pessoa refém.

refém

Há dez anos, ele manteve 5 pessoas em uma cooperativa de crédito da província de Aichi. Na ocasião, o suspeito ficou com elas por cerca de 13 horas. Devido a esse crime, ele ficou preso por 10 anos. Na época, Nagakubo teria declarado que o tempo da sentença era justo.

refém

Ele foi libertado em abril deste ano. Passaram apenas dois meses até que ele cometesse o crime. A polícia está investigando as medidas que foram tomadas desde a libertação de Nagakubo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também