Homem é preso por falsificar palitos de picolé premiados para ganhar cards de Pokémon

O suposto crime envolvendo os picolés Pokémon, foi informado pela própria fabricante

Homem é preso por falsificar palitos de picolé premiados para ganhar cards de Pokémon

Um homem foi preso perto de Tóquio por supostamente falsificar e enviar dezenas de palitos especiais de picolé a um fabricante de sorvete para que eles pudessem ser trocados por cartas Pokémon.

Takashi Ono, de 43 anos de idade, é suspeito de tentativa de fraude depois de enviar 25 palitos de picolé falsos em novembro do ano passado para o confeiteiro Akagi Nyugyo Co. na província de Saitama, de acordo com a polícia local.

A empresa realizou uma competição entre junho e julho do ano passado em que as pessoas podiam enviar palitos da sorte de sua popular marca de picolé Garigarikun em troca de cartas de jogo Pokémon criadas para o evento. Os palitos limitados estavam gravados com as palavras “Você ganhou um card Gari-Pokémon”, que só podiam ser vistas depois de consumir o sorvete.

A Akagi Nyugyo contatou a polícia depois de receber vários palitos de picolé da sorte do que se acreditava ser uma pessoa, disse a polícia local. O fabricante de sorvete alertou os consumidores sobre a possibilidade de que “palitos de picolé falsos da sorte estejam sendo vendidos online”.