Homem acusado de vandalizar santuário no Japão diz que não vai se entregar 

acusado

O chinês, acusado de vandalizar uma pedra no Santuário Yasukuni, admitiu o ato em uma entrevista.

O acusado diz que foi um ato de protesto

Ele afirmou que o vandalismo foi um protesto contra o despejo de água tratada da usina nuclear de Fukushima.

acusado

O homem declarou que não se arrepende e que não pretende se entregar às autoridades.

acusado

Após retornar ao seu país, ele disse que não foi interrogado pelas autoridades de segurança pública.

Assine e receba os posts em seu email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais posts

  • pizzas

    7-Eleven entra no setor de delivery de pizzas no Japão 

  • colega

    Homens são presos por colocar colega de trabalho em máquina de lavar no Japão 

  • ataque

    Informações quase 500 mil cidadãos vazam em ataque cibernético no Japão

  • suplemento

    Número de mortes causadas por uso de suplemento japonês chega 81 

  • desaparece

    Mais de 19 mil pessoas desapareceram no Japão devido à demência 

  • carros voadores

    Startup de “carros voadores” busca abrir novas rotas em estações e centros comerciais no sul do Japão 

  • sucesso

    Após sucesso culinário do TKG no Japão, surgem versões TKM e TKS 

  • chuva

    Ciclistas se arriscam durante chuva no Japão