Halloween no Japão assume novas formas durante a pandemia

Espera-se que este ano o Halloween no Japão seja celebrado de novas maneiras para evitar a disseminação do novo coronavírus

Halloween no Japão assume novas formas durante a pandemia

Preocupado que a famosa travessia de Shibuya possa se tornar um hotspot do coronavírus caso milhares de pessoas se reúnam lá em 31 de outubro como de costume, o prefeito Ken Hasebe pediu que as pessoas participem de eventos virtuais. Os amantes do Halloween podem usar seus avatares, mostrar suas fantasias ou assistir shows ao vivo.

A cidade de Kawasaki, perto de Tóquio, que no ano passado reuniu cerca de 120 mil pessoas, lançou um concurso de fantasias em seu site. Concorrentes de todo o mundo podem enviar vídeos vestindo suas fantasias para um prêmio de 500 mil ienes.

Os parques temáticos também estão tomando várias medidas para evitar aglomerações. A Tokyo Disneyland e a Tokyo DisneySea cancelaram seus eventos de Halloween, dizendo que estão “priorizando a segurança e a saúde dos visitantes e funcionários” e a Universal Studios Japan em Osaka está implementando restrições de entrada para que os visitantes se espalhem naturalmente pelo parque.

Porém uma pesquisa online feita em setembro por uma agência de casamento com sede em Tóquio, mostra que mais de 70% das mil pessoas entrevistadas entre 20 e 30 anos estavam “muito preocupados” com as celebrações do Halloween.