Empresa japonesa desenvolve painéis sem toque

O conceito por trás do sistema sem toque foi criado como uma resposta à pandemia do coronavírus, muito parecido com holograma

Empresa japonesa desenvolve painéis sem toque

A resposta à disseminação do coronavírus como uma pandemia global em andamento tem visto não apenas um foco no distanciamento social, mas um cuidado extra exercido ao entrar em contato com itens públicos comumente compartilhados, como maçanetas, grades e especialmente botões.

O desenvolvimento e a implementação em massa proposta pelos fabricantes no Japão para uma nova “interface flutuante”, que tem muitas mídias sociais comparando-a com imagens de holograma no estilo ficção científica, pode ajudar no que diz respeito ao problema do botão, pelo menos.

O novo desenvolvimento é fruto do pensamento de Murakami Kaimeido, de Shizuoka, fabricante de peças automotivas especializada em tecnologia de espelhos, e da Parity Innovations, empresa de desenvolvimento de empreendimentos na província de Quioto. Os dois desenvolveram o que chamam de “Tecnologia de Pictograma Flutuante”, uma inovação que instalaria um sistema de interface sem contato para painéis comumente usados ​​em elevadores, caixas eletrônicos e banheiros públicos. (Muitos banheiros públicos japoneses têm painéis de toque para descarga, controle de washlet, pressão da água e uma série de outras funções).

O conceito implementaria um sistema de imagem aérea altamente visível com um sensor para que os usuários pudessem simplesmente passar o dedo sobre a imagem flutuante de um botão, evitando o contato físico real. A Murakami Kaimeido já começou a fornecer amostras para uso prático e tem como objetivo a produção em massa em 2022 enquanto faz melhorias.