Emprego de meio período era, na verdade, para ladrão no Japão

Emprego de meio período era, na verdade, para ladrão no Japão
Desbravando o Japão

Um homem de 26 anos foi preso em uma loja de relógios na cidade de Musashino, em Tóquio, por furtar 12,3 milhões de ienes em relógios de luxo. Câmeras de segurança capturaram o momento em que a vitrine foi quebrada e 24 relógios foram furtados. Shuhei Nakata estava por baixo do capuz que usou um pé-de-cabra para o crime.

Emprego bem esquisito

De acordo com o Departamento de Polícia Metropolitana, Nakata disse que se candidatou a uma vaga de emprego de meio período que viu no Twitter. Segundo o arubaito, ele estava precisando de dinheiro e aceitou a oferta. Já pensou como deve ter sido essa entrevista: “se importa de trabalhar até tarde da noite, com um pé de cabra e um capuz?”

Emprego

Leia também: Ladra furta colar e é derrubada com golpe de Judô no Japão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também