Drone, com sucção com vácuo, é o novo reforço para lidar com vespas mandarinas

O uso cada vez mais comum de drones em atividades diárias, faz deles muito necessários para atividades perigosas

Drone, com sucção com vácuo, é o novo reforço para lidar com vespas mandarinas
Desbravando o Japão

Receba os posts por email assim que foram publicados

Que os drones são versáteis, isso ninguém discute e agora eles estão sendo introduzidos no trabalho de extermínio de colmeias da vespa mandarina, que possui a poderosa picada, causa da morte de cerca de 10 a 20 pessoas por ano. O trabalho essencial da remoção da colmeia com os dispositivos, aumentará drasticamente a segurança.

A comodidade do uso do drone

Com a sucção a vácuo, são necessárias cerca de duas horas para realização do serviço, incluindo o trabalho de remoção da rainha. No extermínio manual,  produtos químicos são pulverizados, por isso foi adotado o método de aspiração com o vácuo, utilizado no extermínio de baratas.

Drone

Yusuke Saito, responsável pelo desenvolvimento do drone pela empresa Duskin, disse: “Quando uma abelha reconhece um inimigo, ela secreta um feromônio de alerta e ataca em grupo. As espécies exóticas de vespas fazem ninhos em lugares mais altos estão se espalhando no Japão. O uso dos dispositivos será importante no futuro.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também