Demanda por máscaras trava no site da Sharp

A falta de máscaras desde o início da pandemia levou o governo do Japão a distribuir duas máscaras reutilizáveis para cada família

Demanda por máscaras trava no site da Sharp

Parte da série Coronavírus, em 354 posts

O site da empresa japonesa de eletrônicos Sharp caiu após que a empresa começar a vender máscaras on-line. A empresa começou a aceitar pedidos on-line de máscaras a partir das 10:00 horas da manhã de terça-feira, mas o aumento no tráfego sobrecarregou o site.

A Sharp planeja vender 3.000 caixas por dia, ou 150.000 máscaras no total. Espera aumentar a capacidade de produção diária para 500.000 máscaras.

A Sharp, que fabrica telas para smartphones, módulos de câmera e sensores, decidiu começar a produzir máscaras no final de fevereiro, após uma solicitação do governo.

N60 -

Veja também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *