As taxas de ocupação de camas para pacientes com coronavírus aumentam em todo o Japão

O governo metropolitano de Tóquio elevou o alerta da pandemia para o mais alto dos quatro níveis, o que significa que as “infecções estão se espalhando”, com a governadora Yuriko Koike alertando as autoridades da cidade de Tóquio que pode declarar um novo Estado de Emergência

As taxas de ocupação de camas para pacientes com coronavírus aumentam em todo o Japão
Desbravando o Japão

Parte da série Coronavírus, em 356 posts

Parte da série Matérias Especiais, em 75 posts

A porcentagem de leitos hospitalares ocupados, que são reservados aos pacientes com coronavírus, aumentou em 39 das 47 províncias japonesas na última semana de julho, com taxas de ocupação dos leitos acima de 30% em oito províncias, mostraram dados do governo na segunda-feira, aumentando os temores de que o sistema médico em breve fique sobrecarregado em meio a um ressurgimento de infecções.

O estudo do Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar constatou que o número de leitos ocupados em todo o país era de 4034 no dia 29 de julho, aumentando 1290 em relação à semana anterior. A recente tensão crescente no sistema de saúde do país chega quando o governo continua cauteloso ao impor restrições mais estritas às atividades econômicas.

Por províncias, Osaka liderou o grupo com 42,5% de seus leitos reservados para os pacientes ocupados com COVID-19, seguida por Saitama com 40,4%, Aichi com 39% e Tóquio com 37,9%. As declarações foram feitas quando o governo luta para equilibrar a necessidade de reabrir a economia, mantendo a disseminação do coronavírus sob controle.

Tóquio solicitou que os locais e estabelecimentos de karaokê que servissem bebidas alcoólicas fechassem às 22h, com vigência de segunda ao final de agosto, para atenuar a propagação do vírus. Ela planeja pagar 200.000 ienes a cada empresa, cumprindo as diretrizes de prevenção de vírus.

Leia em Kyodo News (Inglês)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também