Parte da série Matérias Especiais, em 74 posts

Mistério: “A Viagem de Chihiro” foi baseada em um conto da vida real?

O filme de Chihiro, do Studio Ghibli, tem paralelos assustadores com a história de uma criança que desapareceu misteriosamente por sete dias

Mistério: “A Viagem de Chihiro” foi baseada em um conto da vida real?

Desde que foi lançado em 2001, A Viagem de Chihiro do Studio Ghibli cativou o público em todo o mundo com seu enredo mágico, que gira em torno de uma menina de 10 anos chamada Chihiro, que se encontra misteriosamente levada para um mundo encantado.

Com seus personagens de fantasia e cenário de outro mundo, o filme está longe da realidade, mas de acordo com um tweet que se tornou viral no Japão recentemente, há paralelos impressionantes com um conto da vida real que sugere que pode ter sido a inspiração para o filme.

O usuário do Twitter @syurisyeri trouxe o assunto à atenção de todos com o seguinte tweet:

“Alguém ouviu uma história assustadora que diz: ‘Quando eu era criança, havia um kamikakushi na aldeia, onde uma criança que eu estava perto desapareceu. Ininterruptamente, por sete dias e sete noites, procuramos pela criança na aldeia, mas não a encontramos. Na manhã do oitavo dia, independente de quem eu perguntasse na aldeia, todos diziam: ‘Aquela criança nunca existiu, você a viu em sonho?’ e ‘Você se esqueceu de que sempre houve apenas quatro filhos naquela família?'”.

Em japonês, kamikakushi é uma palavra poética que combina , o caractere kanji para “deus” ou “espírito”, e 隠し, que significa “estar escondido” ou “escondido”. Kamikakushi pode ser traduzido como “escondido pelos espíritos” ou “desaparecido” e o título japonês do filme é, na verdade, Sen to Chihiro no Kamikakushi, algo como “O desaparecimento de Sen e Chihiro”.

Mistério: "A Viagem de Chihiro" foi baseada em um conto da vida real? 1

De acordo com @syurisyeri, a pessoa que contou a história ficou compreensivelmente chocada e confusa com a negação inflexível dos habitantes da cidade sobre a existência da criança.

“-Então, o que você estava procurando com tanta ansiedade até ontem? – me perguntavam enquanto eu chorava.
Eu olhei para cima e disse – Como assim?
-Por que você se esqueceu? – E eles vão ficar bravos.
-Eles vão ficar bravos.
-O que devo fazer? – Murmurei e fugi, e todo o tempo depois disso fingi ter esquecido.”

Enquanto a criança foi esquecida por muitos anos, o mistério se aprofundou após um evento inesperado.

“Décadas depois, houve o funeral da mãe da criança desaparecida e quando voltei para a aldeia, aquela criança, a que deveria ter desaparecido, estava sentada lá. Quando chegou a hora servir bebidas para as pessoas na hora das refeições [uma cortesia comum em reuniões como essa no Japão], eu fingi não reconhecer a pessoa e quando ela perguntou: ‘Você se esqueceu de mim?’ Eu me fiz de bobo e disse ‘Desculpe, mas quem é você mesmo?’. A pessoa respondeu: ‘Oh, tudo bem’.”

Mistério: "A Viagem de Chihiro" foi baseada em um conto da vida real? 2

Todos os anos depois disso, a pessoa misteriosamente recebia um convite para o funeral da mãe, que eles jogariam fora. O conto termina com:

“Esta é a história que ouvi de uma pessoa que morreu há quase 15 anos.”

Embora este conto misterioso seja contado como algo que realmente aconteceu na vida real, as linhas entre a realidade e o mito urbano são indiscutivelmente confusas. No entanto, vários comentaristas japoneses confirmaram que tinham ouvido histórias semelhantes de kamikakushi ocorrendo em suas próprias cidades, dizendo:

“Se uma criança é raptada por espíritos, os habitantes da cidade fingem que não existiam para que possam proteger a cidade de uma ameaça.”
“Eu ouvi uma história semelhante em que um homem sequestra crianças e as enterra nas montanhas e as pessoas fingem que nunca aconteceu.”

Muitas pessoas online ficaram intrigadas com o relato de @syurisyeri sobre uma criança sendo arrebatada por espíritos, com muitos dizendo que nunca tinham ouvido isso antes. Os comentaristas também foram rápidos em traçar paralelos entre a história e A Viagem de Chihiro do Studio Ghibli. Além da semelhança óbvia entre o kamikakushi de Chihiro e a criança da história, o tema do esquecimento das pessoas é recorrente ao longo do filme.

Um exemplo é claramente evidente quando Chihiro perde seu nome e se torna conhecida como Sen no mundo espiritual, apenas para ser lembrada por seu amigo Haku de nunca esquecer seu nome. Haku diz que se ela esquecer seu nome como ele esqueceu o dele, ela nunca será capaz de deixar o mundo espiritual.

A boa bruxa Zeniba também dá um conselho sobre o assunto: “Depois de conhecer alguém, nunca mais se esquece dele . Leva um tempo para que suas memórias voltem.”

Não são apenas Haku e Chihiro que correm o risco de ser esquecidos – os pais de Chihiro também correm o risco de desaparecer para sempre quando forem transformados em porcos. Felizmente para eles, Chihiro mostra que ainda é capaz de lembrar quem eles são quando a bruxa Yubaba os incumbe de selecioná-los corretamente em um grupo. Essa recordação e capacidade de lembrar quem são, em última análise, concede-lhes liberdade do mundo espiritual.

Mistério: "A Viagem de Chihiro" foi baseada em um conto da vida real? 3

O que nos traz de volta ao ponto da história, onde a pessoa no funeral, que deveria ser a criança que havia desaparecido, pergunta: “Você se esqueceu de mim?”. Ao se fazer de boba e se recusar a responder, a pessoa está destinada para sempre a permanecer no mundo espiritual, enviando convites anuais a seus amigos na esperança de que sejam lembrados. Deste ponto de vista, a lição que este conto e a história de A Viagem de Chihiro está nos ensinando, é que uma vez esquecido, você deixa de existir. Ou, em outras palavras – a existência depende da memória.

É uma descoberta tentadora, que um leitor resumiu perfeitamente com a seguinte declaração:

“É nisso que A Viagem de Chihiro se baseia? Estou arrepiado!”

O lendário diretor de A Viagem de Chihiro, Hayao Miyazaki, revelou abertamente que o filme foi inspirado em mitos japoneses que já foram bem conhecidos por membros de sua geração e agora foram esquecidos pela geração mais jovem. Se a existência depende da memória, então A Viagem de Chihiro certamente está fazendo um bom trabalho em manter a cultura japonesa viva, garantindo que suas velhas histórias nunca sejam esquecidas.

Mistério: "A Viagem de Chihiro" foi baseada em um conto da vida real? 4

Embora ainda não saibamos se esse relato específico de kamikakushi realmente fazia parte do mito que inspirou Miyazaki na criação de Sen to Chihiro no Kamikakushi, os paralelos entre as duas histórias são impressionantes. Talvez um dia o diretor compartilhe seus pensamentos sobre o tópico kamikakushi.

Leia mais posts relacionados