5 Montanhas para escalar agora que o Monte Fuji está interditado

5 Montanhas para escalar agora que o Monte Fuji está interditado

Devido à pandemia de COVID, o acesso ao Monte Fuji está interditado em 2020. Confira 5 destinos montanhosos alternativos que valem uma subida em qualquer época do ano.

Buenas Tchê, tudo tranquilo? 2020 está sendo um ano complicado não é mesmo? E pra me cair o resto dos butiá dos bolso, anunciaram que esse ano o Monte Fuji estará interditado para subidas. Aí é pra acabar certo? Errado.

Se tu tá procurando uma subida de desafio médio ou quer escalar as coisas (pegou o trocadilho, Tchê?) com uma aventura mais demorada, vou te contar sobre minhas trilhas favoritas no Japão além do majestoso Monte Fuji.

1 – Monte Oku-Hotaka

5 Montanhas para escalar agora que o Monte Fuji está interditado 1

O Monte Oku-hotaka é o terceiro pico mais alto do Japão e uma das subidas mais impressionantes. Localizada na fronteira entre Matsumoto, na província de Nagano, e Takayama, na província de Gifu, a montanha possui várias rotas, incluindo uma caminhada avançada que atravessa as cadeias de montanhas Kita.

A maioria das rotas de caminhada leva de dois a três dias e está aberta do início de maio até novembro. Se tu estiver indo no início da temporada, pode haver neve cobrindo as rotas; portanto, tu precisará levar equipamentos de boa qualidade e roupas adequadas.

2 – Monte Tsurugi

5 Montanhas para escalar agora que o Monte Fuji está interditado 2

Monte Tsurugi (também conhecida como Montanha da Espada) é a segunda montanha mais alta da ilha de Shikoku, a 1.955 m, e considerada como o pico de estréia a subir no Japão. Apesar de ser considerado uma caminhada perigosa, os viajantes também podem pegar um teleférico relaxante na maior parte do caminho até a montanha, de onde tu faz uma caminhada de 30 minutos até o pico real.

Se tu optar por andar o caminho todo, a subida leva cerca de 12 horas da maioria das trilhas. As trilhas são equipadas com banheiros, acampamentos e, em alguns casos, pousadas também. Vale a pena o esforço necessário para chegar ao topo. Do pico, há vistas espetaculares sobre os Alpes Kita, bem como os Montes Haku e Tate.

3 – Monte Asahi

5 Montanhas para escalar agora que o Monte Fuji está interditado 3

Localizado no Daisetsuzan National Park, de Hokkaido, o Monte Asahi é uma bela montanha para descobrir no Japão. Os visitantes têm a opção de pegar o teleférico de Asahidake desde o Onsen de mesmo nome até um ponto dentro de uma caminhada de duas horas do cume do Monte Asahidake. Se houver neve, é melhor pegar o teleférico, pois a trilha se torna complicada quando a neve cobre o caminho.

A caminhada de retorno de sua base até o pico de 2.291 m pode ser feita em um dia, mas é um baita desafio e é importante que tu comece cedinho, deixando seis horas no mínimo para subir e voltar.

4 – Monte Chokai

5 Montanhas para escalar agora que o Monte Fuji está interditado 4

Tchê, assim como o Monte Fuji, o Monte Chokai é um vulcão ativo com um pico fenomenal de 2.236 m. Nas margens das províncias de Akita e Yamagata, a caminhada de volta de cinco a sete horas te leva a campos de flores alpinas, lagos e manchas de neve durante todo o ano.

A melhor época do ano para fazer uma caminhada no Monte Chokai é de maio a agosto. É necessária alguma escalada perto do topo, portanto, leve botas de caminhada resistentes, equipamento de caminhada quente para altitudes maiores e verifique se é necessário equipamento de escalada no topo. Esta caminhada não é para iniciantes – mas se tu está realmente interessado em enfrentá-la, talvez tente procurar um guia ou empresa de turismo local que te leve com segurança até o topo.

5 – Monte Kaimon

5 Montanhas para escalar agora que o Monte Fuji está interditado 5

No extremo sul da província de Kagoshima fica um vulcão adormecido cônico perfeitamente formado, o Monte Kaimon. O caminho para o cume é realmente fácil de seguir, e a trilha fica a apenas 30 minutos a pé da estação de Kaimon.

Rodeado por campos de flores e lagos de águas cristalinas, as vistas ao caminhar para o topo do Monte Kaimon são impressionantes. Dependendo de quanto tempo tu gastar admirando as vistas, espere que a caminhada de retorno leve de quatro a cinco horas. Tu deve trazer teus próprios suprimentos (incluindo água) antes de iniciar esta jornada, pois não há cabanas para comprar comida ou água ao longo do caminho.

E aí Tchê, curtiu a lista? Bora escalar?

Takara Stefens é Gaúcho de nascimento, alma e coração, cidadão do mundo por opção. É pai, professor, escritor, vegano desde 2020 e amante da vida e de tudo que é belo.

Veja o perfil completo de Takara Stefens