Empresas do Japão

Ministério dos Transportes do Japão aponta irregularidades graves em carros do Grupo Toyota, após escândalo na Daihatsu 

Os problemas da Daihatsu requerem reformas na estrutura da empresa. Essas ações visam restaurar a confiança e a integridade na indústria automotiva japonesa

Ministério dos Transportes do Japão aponta irregularidades graves em carros do Grupo Toyota, após escândalo na Daihatsu 
Desbravando o Japão

Receba os posts por email assim que foram publicados

Parte da série Escândalo da Daihatsu, em 7 posts

O Ministério dos Transportes do Japão identificou sérias irregularidades nos carros produzidos pelo Grupo Toyota, após o escândalo envolvendo a Daihatsu, uma subsidiária da Toyota, e suas práticas questionáveis nos testes de desempenho de segurança.

Uma reforma estrutural deve ocorrer na Daihatsu

Em resposta a essa situação, o Ministério da Terra, Infraestrutura, Transportes e Turismo do Japão está em processo de revogação da licença de produção de três modelos específicos, nos quais foram encontradas as referidas irregularidades.

Daihatsu

Durante uma entrevista coletiva, o Ministro Testsuo Saito enfatizou a gravidade do problema em termos de confiança na indústria manufatureira japonesa, revelando que o procedimento de cancelamento da licença de produção já está em andamento.

Daihatsu

Os modelos afetados por essa medida são o Daihatsu Gran Max, Toyota Town Ace e o Mazda Bongo, fabricados pela Daihatsu.

Daihatsu

O Ministério dos Transportes chegou à conclusão de que existem problemas estruturais dentro da Daihatsu, que contribuíram para as irregularidades. Como resposta, foi emitida uma ordem de correção, exigindo uma reforma fundamental na estrutura organizacional da empresa.

Daihatsu

Além disso, o Ministro Saito anunciou sua intenção de pessoalmente entregar a ordem de correção ao presidente da Daihatsu. Essa medida visa garantir a implementação efetiva das mudanças necessárias para restabelecer a confiança e a integridade no setor automotivo japonês.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *