Japão pretende usar vacinas contra coronavírus em junho de 2021

Fabricantes de medicamentos em todo o mundo estão se esforçando para desenvolver um tratamento ou vacina para o COVID-19, a doença respiratória causada pelo novo coronavírus, altamente infeccioso que até agora matou quase 400.000 pessoas em todo o mundo

Japão pretende usar vacinas contra coronavírus em junho de 2021
Desbravando o Japão

Parte da série Coronavírus, em 356 posts

Parte da série Olimpíadas de Tóquio, em 50 posts

O Japão pretende colocar em uso as vacinas contra o coronavírus até junho de 2021, disse o ministro da Saúde, enquanto o país se esforça para estar totalmente pronto para sediar as Olimpíadas de Tóquio, originalmente planejadas para este verão, mas adiadas por um ano devido à pandemia.

“Estaremos assegurando instalações de produção em paralelo com o desenvolvimento acelerado de vacinas”, disse o ministro da Saúde do Japão, Katsunobu Kato, ao delinear planos de colocar as vacinas em uso até o final do primeiro semestre de 2021. Geralmente, as plantas para a produção real de vacinas são organizadas somente após a conclusão bem-sucedida do desenvolvimento.

O governo japonês destinou 146 bilhões de ienes (1,34 bilhão de dólares) para produção e distribuição de vacinas, no segundo orçamento extra que o gabinete do primeiro-ministro Shinzo Abe aprovou no mês passado. As empresas farmacêuticas japonesas que desenvolvem vacinas contra o coronavírus incluem Shionogi & Co e a AnGes Inc.

Os Estados Unidos estão planejando enormes ensaios clínicos envolvendo 100.000 a 150.000 voluntários no total, com o objetivo de fornecer uma vacina eficaz até o final deste ano.

N22 - 12-06-2020

Leia em Reuters (Kiyoshi Takenaka e Gareth Jones - Inglês)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também